Catálogo

Nuestro catálogo ofrece libros, publicaciones periódicas y contenidos multimedia. Las áreas temáticas que abraca este material incluyen Antropología, Artes, Comunicación, Crítica literaria, Derechos humanos, Ecología y medio ambiente, Economía, Educación, Filosofía, Género, Historia latinoamericana y argentina, Lenguas indígenas y minoritarias, Literatura, Movimientos migratorios, Pensamiento político, Salud, Pueblos originarios, Religión, Sociología,  Trabajo.


Consulte y descargue nuestro catálogo de materiales disponibles:

Catálogo CENIDEL – Títulos disponibles

 

 

Conozca algunas colecciones de títulos

 

Lenguas Indígenas

(Donación de Bruna Franchetto)

Línguas indígenas: memórias de uma pesquisa infinda

Leite, Yonne de Freitas (2012) Línguas indígenas: 
memórias de uma pesquisa infinda. 7Letras: Rio de Janeiro.

Este livro cumpre duas funções indissociáveis. Em primeiro lugar, torna acessíveis a um público maior, em um único volume, trabalhos indiscutivelmente importantes para a lingüística e a antropología, contribuindo, assim, à formação de estudantes e de futuros pesquisadores, indígenas e não-indígenas. Em segundo lugar, é uma homenagem  á Yonne de Freitas Leite, personagem em destaque da historia do desenvolvimento da lingüística e dos estudos de línguas indígenas no Brasil.

 

Tape Porã, impressões e movimiento – Os Guarani Mbya no Rio de Janeiro.

Pissolato, Elizabeth (2012) Tape Porã, impressões e 
movimiento - Os Guarani Mbya no Rio de Janeiro. Museu 
do índio: Rio de Janeiro. 

O catálogo “Tape Porã, impressões e movimento – Os Guarani Mbya no Rio de Janeiro”, da pesquisadora Elizabeth Pissolato, contri­bui para um melhor entendimento sobre um povo que insiste em manter sua identidade e modo de vida apesar de habitar em uma das regiões mais industrializadas do país. Nesta publicação, a autora apresenta a rique­za e a contemporaneidade dos Guaraní que habitam no estado do Rio de Janeiro.

 

Cantobrilho Tikmũ’ũn no limite do país fértil

Tugny, Rosângela Pereira. 2010. Cantobrilho Tikmũ'ũn no
limite do país fértil. Museu do índio: Rio de Janeiro.

Os cantos são um dos aspectos culturais dos povos in­dígenas mais desconhecidos do público em geral. Nesse sentido, a proposta do Projeto “indios no Museu” do Museu do índio, unidade da Fundação Nacional do índio, é focar a etnia Maxakali por meio de quatro exposições sob curadoría da professora Rosângela. Essa publicação reflete o trabalho apresentado, no segundo semestre de 2010, no Muro do Museu, no Espaço Museu das Aldeias, dentro da Loja Artíndia como mostra de venda e nos jardins com uma instalação eletroacústica que reproduz adaptações de can­tos e sons. Acreditamos, assim, incentivar a divulgação do patrimônio musical indígena, una das manifestações mais vitais e dinâmicas dessas sociedades.

 

Ikú Ügühütu Higei: Arte gráfica dos povos Karib do Alto Xingu

Franchetto, Bruna (comp.) (2003) Ikú Ügühütu Higei: Arte 
gráfica dos povos Karib do Alto Xingu. Museu do índio: Rio 
de Janeiro.

Pintar corpos e coisas os faz se tornarem pessoas e objetos impregnados de cultura. Neste livro, os professores das aldeias karib do Alto Xingu e seus mestres Kuikuro, Kalapalo, Nahukwá e Matipu descrevem e explicam, escrevendo em suas próprias línguas, os motivos da arte gráfica e as matérias-primas do pintar, um saber e uma estética que continuam vivas hoje como há cem anos e como há quinhentos anos.

 

Iny: Karajá

Whan, Chang. 2012. Iny: Karajá. Museu do índio: Rio de 
Janeiro.

A terceira edição do Projeto Índio no Museu, dedicada à arte e a cultura Iny, apre­senta ao público peças do acervo do Museu do Indio, datadas de meados do século passado, bem como objetos da produção atual das aldeias Iny, recentemente adquiridas pela instituição. Tal coleção revela um rico e detalhado panorama histórico da evolução da cerâmica figurativa deste povo. Este catálogo, assinado pela Dra. Chang Whan, curadora das exposições, apresenta a arte cerâmica karajá, recentemente tombada como patrimônio cultural do Brasil, uma arte que retrata o sentido das manifestações cotidia­nas e rituais dessas comunidades da Ilha do Bananal.”

 

Tisakisü- tradição e novas tecnologias da memoria

Fausto, Carlos & Franchetto, Bruna (2008) Tisakisü- 
tradição e novas tecnologias da memoria. Museu do 
índio: Rio de Janeiro.

Tisakisü é o resultado de décadas de pesquisa científica e colaboração com os Kuikuro do Alto Xingu. O que se apresenta aquí, porém, é o trabalho dos últimos anos, quando  começou um ambicioso projeto de documentação, lingüística e cultura, solicitado pela própria comunidade, preocupada com a continuidade de sua tradição em um ambiente de rápida mudança. 

 

Pesquisas Indígenas na Universidade

Franchetto, Bruna (comp.) (2010) Pesquisas 
Indígenas na Universidade. Museu do índio: Rio de 
Janeiro.

O Museu do Índio apresenta a publicação Pesquisas Indígenas na Universidade, composta por textos de pesquisadores indígenas e organizado pela Doutora Bruna Franchetto. Um trabalho inovador com grande impacto acadêmico e político que revela registros de uma experiência única – os autores falando de suas línguas maternas.